sexta-feira, 11 de junho de 2010

As bocas que não ficam fechadas.


Não estou falando das bocas das pessoas que querem emagrecer e que não negam comida por nada nesse mundo. Estou falando das pessoas que, sabe-se lá com que missão vieram ao mundo, mas nunca, nunquinha na vida souberam manter a boca fechada ao verem uma pessoa que engordou com o passar dos anos.

Tempos atrás eu estava conversando com duas colegas minhas de trabalho. Lá estava eu (que sempre tive que me preocupar com peso), a primeira colega (que também sempre se preocupou com o peso) e a outra colega (que, segundo ela, era seca de doer e engordou com o passar dos anos). Todas falando sobre o mesmo assunto: aquela tia-avó, aquela amiga da mãe, aquele tio do marido, enfim, aquelas pessoas que, depois de muito tempo, te olham e dizem: “nossa, mas como você engordou, hein”?

Tem alguns casos que a gente releva, como por exemplo, tios-avós (principalmente os de família italiana), que são de uma época que gordura era sinônimo de riqueza e saúde. Quem aqui nunca teve um desses na volta gritando: “mas como tu tá forte, nena querida, bem gorda e bonita” hehehehehe. Um conceito completamente diferente de hoje, em que sinônimo de riqueza e saúde é fazer lipoaspiração até o ponto que se tenha que tomar banho de perna aberta para não cair ralo do chuveiro abaixo...

Já outros, NÃO TEM DESCULPA! Por que? Por que meu Deus, precisar entrar no assunto que a pessoa engordou? Já viram alguém fazendo estardalhaço, chegando numa festa de família e dizendo: “olha galera, eu to virada numa rolha!!!!” Não né? Então, por que? É uma maneira de sentir melhor ou é por que a pessoa é filho de chocadeira mesmo? O que isso vai trazer a não ser um momento constrangedor, daqueles que dá até pra escutar os grilinhos ao fundo (cri, cri, cri...)

Essa semana, um colega de trabalho foi trabalhar na Bahia e acabou voltando, tipo, 2 anos depois. Veio até minha sala para cumprimentar. Eu sentadinha, naquele frio característico do Rio Grande do Sul, com um casacão de lã, daqueles mais soltinhos abaixo do peito (sim, porque ninguém vai estar a fim de me ver usando roupas tão justas quanto as da mulher gato, vamos e venhamos).

Vem ele e me abraça, pergunta como eu to. To bem, e tu? Ah eu também to bem. Aí ele solta, dando uma leve olhadela para o modelito: VOCÊ TÁ GRÁVIDA???

Cara, foi como ouvir o clique de uma granada abrindo. Logo eu, que estava tão faceira com meus progressos? Tá certo que da última vez que ele me viu, eu não tinha passado por nenhum dos estresses que andaram me fazendo engordar. Mas putz, grávida???

Aliás, se houvesse uma granada ali, eu empurraria a criatura na direção dela hehehe

A única coisa que me restou dizer foi: “não, to gorda mesmo”. Afffff! Momento cri, cri cri...

Nisso, um colega meu ouvindo tudo não se conteve e largou, com aquela delicadeza que dele é bem característico: “ô animal, mulher quando tá grávida faz alarde. Se ela não disse nada antes, era porque ela não estava grávida. Ou tu já viu mulher escondendo gravidez? A vida me ensinou isso.”

Pior que ele está coberto de razão. Sempre que eu vejo uma mulher e desconfio que ela esteja grávida, não pergunto nada e deixo que ela conte. Sempre acontece, é batata, mais hora menos hora ela menciona o “ocorrido”.

Então, para todos os que estão lendo isso, fica a lição: não pergunte se a pessoa engordou, muito menos o que aconteceu pra ela engordar (até porque eu tenho certeza que não foi de propósito). Faz bem para os dentes!

7 comentários:

Paula disse...

É isso mesmo, Dani (infelizmente).
Quando a pessoa me diz "nossa, você engordou.", eu fico pensando: será que ela pensa que eu não sei?!?!?! Será que ela pensa que está me prestando um favor?!?!?! Será que ela não tem mais nada pra falar (menos seu rosto é lindo)?!?!?!
Eu sei, sim, cabeção! Na minha casa tem espelho (e roupas apertadas), pô!!!. Pensa que eu sou assim porque eu quero? .... ah, vai pra %¨$¨$#%$&¨%*¨).
Ops, me empolguei!!! hehe

Paulo Tamburro disse...

OI DANI,

TEXTO ESPETACULAR E MUITO BEM ELABORADO.

SUTILMENTE BEM HUMORADO, E COM VERDADES NA MEDIDA CERTA.

VOLTAREI SEMPRE.

VISITE MEU BLOG DE HUMOR: "HUMOR EM TEXTO".

A CRÔNICA DA SEMANA É : TEIA DE ARANHA.

UM ABRAÇÃO CARIOCA.

Greice Negrini - Grelegal disse...

Oi Dani e aquelas pessoas que sabem que você se lha no espelho todo snto dia diversas vezes, mas não aguentam quando te olham e vêem um espinha: "Tu viu que tu está com uma espinha...?" Me dá uma vontade de responder com um um palavrão, porque achamq ue somos burras...Muito bom post!
Beijos
Greice
Blog
Amigas & Mulheres

Carmine disse...

Eu nunca falei pra ninguém na lata assim: nossa,vc engordou!
Acho uma falta de educação,de tato,de modos!O fim!
Pôxa,vc repara que a pessoa tá gorda,já gruda os olhos na barriga,e ainda precisa comentar?Poupe-me!
E minha sorte(ou dos outros) que nunca ninguém me falou assim!humpf!Eu era tão gorda que não dava pra confundir com gravidez,kkkkk
Bjs,Dani!

Juliana disse...

Baaahhh Dani, sei bem o que é isso - um dos lugares que eu mais engordo é na barriga, atualmente eu tô gorda em tudo, mas teve uma época que eu cheguei a me deprimir por isso... Sucessivas vezes durante um curto período de tempo pessoas conhecidas e desconhecidas (o que é pior) falaram, ou melhor afirmaram que eu estava grávida! Que raiva... Que gente sem noção! Tu acredita que uma vez uma magra -que eu nunca vi na vida - toda de roupa justa de ginástica, estava na minha frente na fila do supermercado e teve a coragem de se virar pra mim e dizer que eu podia ir pra fila ao lado, pois era caixa preferencial para gestantes. Eu queria matar!!! Desta vez até meu marido, que é calmérrimo, quase perdeu a paciência, saiu rogando praga naquela magra sem noção! As pessoas só podem fazer este tipo de pergunta ou comentário quanto a mulher está MUITO grávida! Isto é uma regra de etiqueta universal!
Mas é isso amiga - bola pra frente. Um dia a gente chega lá e não precisa passar mais por isso - lembra que pelo menos a gente tem um rosto bonito (hehehe, tô tirando sarro, com base em uma postagem tua). Beijos, Ju

Daniel disse...

Em boca fechada não entra mosca né! rs

Patricia disse...

Oi Dani,
Pior do que dizer "você engordou hein??", é o famoso: você tá fofinha, encorpada chega tá baixa! Aff..
E antigamente, quando ser o bebê mais gordinho era a coisa mais linda do mundo e todos vinham apertar suas bochechas..
Sou assim, como eu digo sempre tenho a caixa grande! Sou gorda por inteiro! Quer saber, eu não sou gorda! Gordo são os olhos que me olham!
Sou a típica gostosa, mulherão, "uda", pernuda, bunduda e peituda..
o barriguda a gente pula! Huahuahauaaua...
Adorei o blog!
Parabéns!
Visitarei com frequência!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails