segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Comer como francesa, comer como gringa...


Uma vez na televisão vi uma escritora que escreveu um livro (ótima essa né? Vai ter escrito uma fita cassete, de certo?) que falava sobre as razões que levavam as francesas a serem magras. O título era qualquer coisa do tipo “coma como uma francesa e fique mais bonita”. Basicamente, falava sobre o fato de que as francesas comem muito, muito pouquinho, nunca exageram, não comem isso ou aquilo ou aquele outro. Resumo da ópera: dizia que francesa de verdade tinha que ser masoquista para ficar desse tamanhico assim ó.

Imagina gente: tá bom que comida de francês tem escargot (huuugo), mas tem também croissant, filet mignon, champagne, omelete, ratattouile (não é o rato aquele, tá?) souflet, não sei o quê du la blê blê blê avec le blu bla blê... Como as pessoas vão ficar sem comer essas maravilhas?

Ou será que esse é o meu gene de italiano falando mais alto? Sim, porque italiano valoriza até demais comida. Tudo ele comemora, tudo que é rango é motivo de orgulho.

Resolvi pesquisar sobre essa “dieta francesa” na Internet. Achei as regras e fiquei comparando a “dieta francesa” com a “dieta da gringa”. Fiquei pensando em uma conversa entre uma francesa magricela tentando ensinar a sua dieta para a Gringa Avantajada aqui:

Dieta da francesa magricela x Dieta da Gringa Avantajada

Francesa - Comer devagar. Comer muito rápido faz comer mais. O estômago demora cerca de 20 minutos para mandar um sinal para o cérebro.. Comendo devagar, o cérebro tem tempo de receber a mensagem de que seu corpo está satisfeito.

Gringa – Deixa eu explicar uma coisa para você: em família de gringo, se não comer rápido, acaba não comendo nada tá? Tenho parentes que enquanto não verem o fim do prato não param (má educação, eu sei, mas é verdade). Se eu não for ligeira, não tem como experimentar tudo!

Francesa - Garfadas menores. O paladar está na superfície da língua. Se a sua boca está cheia de comida, você nem sente o gosto.

Gringa – Quem disse isso? Tem coisa melhor do que encher bem a boca numa mordida de hambúrguer, mas daquelas que tem que quase enfiar a cara dentro do bicho, cavocando tudo com o nariz até ele ficar pura maionese?

Francesa - Concentre-se na comida. Comer em frente à TV ou no carro faz o momento se tornar irrelevante. A falta de atenção faz com que se coma demais.

Gringa – Estou me concentrando na comida...oooummmmm... oooummmmm.... oooummm...ah me dá logo essa porcaria aqui!

Francesa - Apóie o garfo no prato. Se ainda tem comida na sua boca, coloque o garfo no prato. Não o encha novamente até que tenha engolido.

Gringa – Isso é o que? Regra de etiqueta?

Francesa - Sirva a comida em pratos pequenos. Isso resolve dois problemas de uma só vez: o de lavar a louça e o fato de você comer com os olhos.

Gringa – Err...acorda pra vida! Não existe prato pequeno em casa de gringo. Onde se vai colocar a massa, han?

Francesa - Comida sem gordura engorda. Comidas sem gordura não satisfazem e contêm mais açúcares.

Gringa – Comida sem gordura engorda...gostei dessa! Amor, pede uma porção de batata frita (hihihi)?

Francesa - Se não for comida, não coma. Nosso corpo sabe o que é comida de verdade: carnes, frutas, verduras. Invenções como coca-cola causam problemas de saúde e de sobrepeso.

Gringa - Coca-cola não é comida, é bebida!

Francesa - Coma em etapas. Coma a salada primeiro. Isso ajuda a ganhar tempo à mesa e previne que você coma rápido e em grande quantidade.

Gringa – Pastar primeiro, se afundar depois. Ok!

Francesa - Gordura é necessária na dieta. Seu corpo e cérebro necessitam de gordura para serem saudáveis. Você come uma quantidade normal de gordura quando come alimentos de verdade.

Gringa – O que é exatamente um alimento de verdade? Qualquer coisa que não seja alucinação tá valendo?

Francesa - Alta qualidade da comida leva a comer menos quantidade.

Gringa – Diz ali na caixinha do McDonalds: alimento de qualidade para você! Pode ser só qualidade ou precisa ser “alta qualidade”?

Ah, e tem outra né?

Parente de francês comilão: oh, mon dieu, você tá comendo demais...

Parente de Gringo Avantajado: Dio santo, ma tu come han??? Coisa linda!

9 comentários:

...Noêmia! disse...

Hehehe, é por isso que eu amo os italianos, viu belo!!!!
Quer dizer que pelas regras eu posso comer pizza todo dia, né?! Foi isso que eu entendi???
Hehe, Dani, tá pra nóis!
Beijão!
:o)

Catarina disse...

Eu não sabia, mas sou gringa também, lololol (pelo menos tenho bastante simpatia!)

Clau disse...

E a manteiga que os franceses tanto adoram colocar nas receitas?e os queijos?Cá pra nós,fico com os italianos e como sou descendente de alemães fico com os dois kkkkkk(nada contra os franceses)mas eu gosto é de comer!bjus Dani.

Clau disse...

ah,já votei ,quero muito que vire um livro,você merece!

Aline Silva disse...

Flor amei teu blog e ja to te seguindo...

Bjks

Priscila Ferreira disse...

Adorei este tb!! Agora sou seguidora dos dois hehehe
Eu também estou me desentendendo com a balança, estou pensando em comprar aquele livro "O amor engorda" como justificativa hehehe
Tenho uma ergométrica que fica linda como cabide, mas acho que está na hora dela voltar a sua função oficial...
Vou acompanhar tudinho aqui para trocarmos ideias e me motivar!!
Bjuuuu
Pri

Débora disse...

hahahahha que dieta o que! Nós italianos é q sabemos o que é bom! bj

Daniana Bittencourt disse...

kkkkkkkkkkkk... muito bom!
Minha parte preferida: "Tem coisa melhor do que encher bem a boca numa mordida de hambúrguer, mas daquelas que tem que quase enfiar a cara dentro do bicho, cavocando tudo com o nariz até ele ficar pura maionese?"
kkkkk
Abraços, Daniana
http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

Patricia disse...

E ainda dizem por aí que temos que: tomar café da manhã de rainha, almoço de princesa e jantar de mendigo.
Que jantar de mendigo é esse?? Só se for de mendigo esganado! Hehehhe.. Amo comer! Tem algo melhor? Não me apresentaram ainda!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails